quinta-feira, 30 de abril de 2015

Redes Sociais




Oi oi gente,

Estou aqui para dizer que agora também estamos no Facebook e no Instagram


Curta a nossa página e fique por dentro das ultimas postagens 




Um grande beijo
Ketilin e Clara 

{Book Trailer} - A Herdeira

Oi oi genteee

Ah meu Deus, to pulando aqui da cadeira!!


Faltam apenas seis dias para o lançamento de A Herdeira e eu já estou ficando louca de tanta curiosidade e ansiedade... 


Para melhorar um pouquinho, vi hoje o book trailer e resolvi compartilhar aqui com vocês





E vocês, estão tão ansiosos quanto nós? (Ketilin e Clara)



Um grande beijo

Clara e Ketilin 

quarta-feira, 29 de abril de 2015

{Resenha} Cinderela Pop

Autora: Paula Pimenta
Editora: Galera Record
Número de Páginas: 189
Classificação: 4/5




Sinopse: Cíntia é uma princesa dos dias atuais: antenada, com opiniões próprias, decidida e adora música! Essa princesa pop morava com os pais em um castelo enorme onde via toda a cidade. Todas as noites ela olhava pela janela, de onde ficava admirando a vista e sonhando... com um príncipe que ainda não conhecia. Porém, um dia, o castelo de Cíntia desmoronou e c ele tudo à sua volta. Desiludida, ela deixou de acreditar em romances e teve que reconstruir cada parte de sua vida sem deixar o minimo espaço para o amor. Ela só não contava com um detalhe... Havia mesmo um belo príncipe em sua historia. E tudo o que ele mais queria era descongelar o coração da nossa gata (nada) borralheira!


Visão Geral


Este é o segundo livro da série Princesas Modernas da talentosíssima Paula Pimenta, já fizemos resenha do primeiro livro Princesa Adormecida, mas se você ainda não leu o primeiro livro, não se preocupe, as histórias não tem ligações e muito menos spoiler! Então vamos ao que interessa...

No segundo livro, Paula Pimenta nos mostra a vida de Cíntia, uma princesa nada convencional. 


Após descobrir a traição de seu pai, fugiu de casa e foi morar com sua tia, pois sua mãe, estava trabalhando no Japão. Cíntia não acreditava mais no amor, e fugia dele com todas as forças. 


Para escapar desse mundo, Cíntia se dedicava a música, e quando Rafael, o namorado de sua tia, percebe o amor dela pela musica e remix, a convida para trabalhar em festas como DJ, entretanto, sua tia fez certas exigências para que ela pudesse trabalhar, ela teria que manter suas notas elevadas e trabalhar somente até a meia noite, pois ela ainda era menor de idade. 



"[...] Mas quem sabe, né? Às vezes uma pessoa especial pode estar bem na nossa frente e não conseguimos enxergar pelo fato de ela estar escondida atrás de um disfarce, fingindo ser quem não é..." 

Depois da traição, seu pai começou a viver com a 'amante' e suas duas filhas (gêmeas) e obriga Cíntia a participar da festa de quinze anos que ele estava dando para as filhas de sua nova esposa. O que Cíntia não sabia era que neste mesmo dia, mesmo local e hora, ela estaria trabalhando como DJ. Seu pai não poderia descobrir sobre seu trabalho, ela se viu encurralada, não sabia o que fazer. Porém sua tia, alugou uma fantasia (o baile seria relacionado à realeza) para que ela fosse disfarçada e pudesse trabalhar e depois trocaria de roupa e iria para a festa, sem que ninguém soubesse do seu segredo. 


" É que, se eu não parar de ficar olhando pela janela em vez de viver, nunca vou ser feliz. Não é isso?" 

O que Cíntia não esperava era conhecer o rapaz mascarado, Frederico, ou melhor Fred Prince, o cantor que fazia varias garotas suspirarem. 


"Como se fossem quadrinhos em preto e branco, a animação contava a história de uma princesinha, que em vez de sapato alto, usava All Star, pois seus pés doíam muito se calçasse outro tipo de sapato. Um dia, ela conheceu um príncipe. E a vida dela ficou colorida."


O final foi incrível, eu adorei a escrita da Paula Pimenta neste livro, não posso contar o que acontece no livro por mais que eu queira muito hahaha.


A musica escolhida para o "Leia Ouvindo" é musica tema do livro <3


Morrendo de amores por essa série e estou realmente ansiosa pelo próximo livro (ainda não foi divulgado qual será a próxima princesa)




Leia Ouvindo:






Um grande beijo
Ketilin e Maria Clara

{Tag} Doenças Literárias






Oi oi amores, 

Hoje eu e a Clara estaremos respondendo a Tag Doenças Literárias .

Então vamos lá...


Diabetes: um livro muito doce

Nós escolhemos P.S. Eu te amo, nossos motivos foram: além de ser um livro extremamente meloso, é lindo, e nos tira bons soluços







Catapora: um livro que você leu para nunca mais na vida

Ketilin escolheu: Bling Ring pelo simples fato de que odiei desde o principio. Não gostei nenhum pouco do enredo e da forma como ele foi escrito


Clara escolheu: Wayne de Gotham, motivo: eu sempre amei o Batman, mas achei a leitura do livro um pouco cansativa, e como fica indo e voltando no tempo, fiquei meio perdida


Influenza A: um livro contagioso

Mais uma vez nosso gosto combinou, escolhemos A Culpa é das Estrelas, nossos motivos foram: John Green conseguiu contaminar todos com essa historia e fazer boa parte dos leitores chorar



Insônia: um livro que você passou a noite lendo

Clara escolheu: Cartas de amor aos mortos, motivo: eu fiquei completamente viciada nesse livro, e não consegui dormir até descobrir o que iria acontecer com a Laurel


Ketilin escolheu: O Código da Vinci, motivo: dormir era uma coisa que quase não pensava enquanto devorava as páginas desse livro 


Amnésia: Um livro que você leu e não se lembra. 

Clara escolheu: Um corpo na biblioteca, motivo: acho que por ser um livro policial e possuir muitos detalhes eu não me recordo muito bem da historia e de como o 'crime' foi desvendado no decorrer do livro




Ketilin escolheu: Memórias Póstumas de Brás Cubas, motivo: tive que fazer um trabalho sobre esse livro e simplesmente não conseguia lembrar uma unica linha da historia e com isso tirei um belo zero na matéria 





Asma: Um livro que te tirou o fôlego.


Clara escolheu: Em Chamas, motivo: esse livro realmente me deixou sem fôlego, é muita coisa acontecendo ao mesmo tempo e a narrativa é super intensa






Ketilin escolheu: Corações Feridos, motivo: fiquei tão chocada com os acontecimentos descritos que respirar era a ultima coisa que pensava, como se isso pudesse ajudar as personagens 





Má Nutrição: Um livro que você esqueceu-se de comer para ler. 

Clara escolheu Percy Jackson e o mar de monstros, motivo: eu li esse livro em 24 horas, acho que eu esqueci que existia o mundo enquanto estava lendo ele




Ketilin escolheu A Escolha, motivo: além de a história ser extremamente envolvente, eu sou viciada nesta trilogia




Doença de Viagem: Um livro que te lembre/ você relacione com uma viagem


Clara escolheu Cidades de papel, motivo: bem, eu li esse livro quando estava indo para Porto Seguro, então toda vez que penso no livro eu lembro da minha viagem




Ketilin escolheu A Mais pura verdade, motivo: comprei durante minha viajem ao Rio de Janeiro e me encantei com esse livro


Bom pessoal essa foi a nossa tag. E vocês, quais livros já leram que se encaixam nesta tag?

Se quiserem deixar sugestões de tag aqui no blog ou pelo Twitter fiquem a vontade



Um grande beijo
Clara e Ketilin


sexta-feira, 24 de abril de 2015

#1 Sorteio - A Mais Pura Verdade





Oi pessoas lindas, 

Tudo bem com vocês?

Estou aqui hoje para contar uma novidade, teremos nosso primeiro sorteio *----*

Estaremos sorteando um exemplar de "A Mais Pura Verdade"




Regras para o sorteio 


1- Seguir nosso blog 
2 - Comentar nesta postagem "eu quero participar"
3- Seguir nossa conta no Twitter 
4 - Seguir nossa parceira Permita-se ir além
5- Cruzar os dedos para que seja o sortudo da vez

O sorteio será realizado no dia 01 de Maio de 2015 às 20:00 e divulgarei aqui pelo blog e no nosso Twitter (não deixe de nos seguir)

O ganhador será notificado também por e-mail e terá até 24 horas para nos enviar seu endereço 
Não nos responsabilizaremos por extravio do livro

Boa sorte amores!

Beijos 
Ketilin e Maria Clara

quarta-feira, 22 de abril de 2015

{Resenha} Boneca de Ossos

Autora: Holly Black
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas: 224
Classificação: 5/5


Sinopse: POPPY, ZACH E ALICE sempre foram amigos. E desde que se conhecem por gente eles brincam de faz de conta – uma fantasia que se passa num mundo onde existem piratas e ladrões, sereias e guerreiros. Reinando soberana sobre todos esses personagens malucos está a Grande Rainha, uma boneca chinesa feita de ossos que mora em uma cristaleira. Ela costuma jogar uma terrível maldição sobre as pessoas que a contrariam. Só que os três amigos já estão grandinhos, e agora o pai de Zach quer que ele largue o faz de conta e se interesse mais pelo basquete. Como o seu pai o deixa sem escolha, Zach abandona de vez a brincadeira, mas não conta o verdadeiro motivo para as meninas. Parece que a amizade deles acabou mesmo...



Visão Geral

Bem, desde a primeira vez que vi esse livro eu pensei "Preciso ler ele", eu imagina que ele seria um livro extremamente aterrorizante, porém não foi bem assim, foi melhor. Boneca de Ossos não é apenas um livro com uma história de terror, é uma aventura, com direito a contos de terror, viagens de ônibus de madrugada, bibliotecas fantásticas e roubo de barcos. Esse livro nos conta a história de três amigos sonhadores, que não muito diferente de nós, queria viver uma aventura de verdade.


"Há pessoas que fazem coisas e pessoas que nunca fazem. Que dizem que vão fazer, mas simplesmente não fazem. Eu queria ter uma missão. E, agora que tenho uma, não vou recuar. Não vou para casa até terminá-la."


Zach, Poppy e Alice, são três amigos que amam brincar com seus bonecos, fantasiam diversas aventuras para seus personagens. Porém mesmo que Zach ame brincar com as meninas, ele morre de medo que seus amigos descubram o que ele faz depois das aulas, ele pode até não ligar para o que o pai pensa de suas "atividades extracurriculares", mas prefere que os meninos do time não saibam sobre isso; já Alice está passando a olhar os garotos de outra forma, e uma garoto em particular roubou o coração da morena; enquanto isso Poppy - a inventora da maior parte das histórias - se recusa a crescer, e ela percebe que os dois amigos estão crescendo e gostando disso, então ela fica atordoada por medo de perde-los. Tudo estava indo bem na amizade e brincadeira deles, até que um dia Zach 'perde' William, a Lâmina (seu boneco principal), e decide parar de brincar para não ter de explicar como perdeu o boneco para as meninas.


“Foi como um soco no estomago. William, a Lâmina, Max Caçador e todos os outros estavam mortos. Sem eles as histórias estariam mortas também.”


Quando isso aconteceu a amizade deles ficou abalada, e ele começou a evitar a falar com Poppy e Alice, pois não queria de maneira nenhuma contar que seus bonecos estavam 'mortos', até que um dia as duas apareceram de madrugada na janela do quarto dele. Poppy lhe contou sobre um sonho que teve com a Grande Rainha, a boneca de ossos que a mãe mantinha trancada em um armário e que eles colocaram na brincadeira, Poppy disse que havia tirado a boneca do armário mesmo contra as regras da mãe imaginando que assim Zach se animaria a voltar para a brincadeira, mas as coisas saíram um pouco do controle quando a boneca se revelou ser um fantasma.


"Ela não descansará até a gente enterra-la. E não vai nos deixar descansar também. Ela prometeu nos atormentar se não ajudarmos.” 


Assim os três amigos - depois de muita insistência de Poppy - saíram em uma aventura no meio da madrugada, sem muito dinheiro e sem avisar os pais. Eles tinham um plano, tudo iria dar certo! Mas é claro que eles não tiveram essa sorte, várias complicações surgem no caminho, e mesmo que eles estejam apavorados, sabem que essa é aventura que sempre sonharam.


"Há pessoas que fazem coisas e pessoas que nunca fazem. Que dizem que vão fazer, mas simplesmente não fazem. Eu queria ter uma missão. E, agora que tenho uma, não vou recuar. Não vou para casa até terminá-la."


Boneca de Ossos, é pra mim o tipo de livro que todos sonhamos viver, recheado de aventuras, suspense e um pouquinho de comédia. É o tipo de livro que nos mostra que apesar da diferenças e dificuldades os verdadeiros amigos sempre estarão com você.


Confira também o site que foi criado contando um pouco sobre esse incrível livro Boneca de Ossos

Leia Ouvindo:




Grande Beijo
Ketilin e Maria Clara


domingo, 19 de abril de 2015

{Resenha} Seis Coisas Impossíveis


Autor: Fiona Wood 
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas: 272
Avaliação: 4/5

Sinopse: Dan Cereill levou um encontrão da vida - seu pai faliu, assumiu que é gay e separou - se de sua mãe tudo de uma vez só. Enquanto isso, sua mãe recebeu uma herança de uma casa tombada pelo patrimônio histórico que cheira a xixi de cachorro, mas que não pode ser reformada ... e, agora, Dan está vivendo em uma casa-reliquia que parrece um chiqueiro, com uma mãe super triste e sem conseguir falar com o pai - que ele ama muito. Suas únicas distrações são sua vizinha perfeita, Eslette, e uma lista de coisas impossíveis de fazer, como: Beijar uma garota; arrumar um emprego; dar uma animada na mãe; tentar não ser um nerd completo; falar com o pai quando ele liga; descobrir como ser bom e não sair abandonando os outros por aí. 

Visão Geral


Imagine você, um adolescente com uma vida normal, morando em uma casa confortável e com uma vida de 'rico', até o belo dia em que descobre que seus pais estão falidos, seu pai é gay e você terá que mudar completamente a sua vida... Assustador não? Pois é, tudo isso aconteceu com o Dan Cereill


"Olhamos um para o outro com alívio tímido. É o olhar que dois peixes fora d'água trocam ao se reconhecerem na natureza" 


Dan é um garoto de 14 anos que acaba de descobrir que seu pai, seu grande herói é gay. Dan já estava sofrendo com esse fato, quando descobriu que seus pais perderam tudo, a empresa, o carro, a casa. Não puderam levar quase nada, o banco ficou com quase todas suas coisas, até os porta retratos não consigo imaginar ficar sem nada das minhas coisas


"Se os seus próprios pais não deixam você ser quem você é, então quem é que vai fazer isso?"


Com toda essa bagunça, Dan e sua mãe foram morar no mausoléu que a tia-avó de sua mãe deixou de herança, e o garoto conhece a garota dos seus sonhos, Estella. Para sua 'felicidade' ela ainda é sua vizinha. Com isso ele desenvolveu uma lista que era consistida por seis coisas a se realizar:

1) Beijar Estelle 
2) Arrumar um emprego
3) Dar uma animada na minha mãe
4) Tentar não ser um Loser/Nerd completo 
5)Falar com o pai quando ele liga
6) Descobrir como ser bom

E essa pequena lista de Dan faz com que ele nos incentive a dar boas risadas, motivos:


1) Ele fica encarando Estelle o tempo todo, o que fica meio estranho

2) Ele nunca trabalhou na vida, então fica engraçado ele tentando encontrar algo
3) Ele sinceramente não sabe como animar a mãe dele, o que torna tudo ainda mais engraçado
4) Tentar não ser um nerd não da muito certo logo de cara
5) Falar com o pai dele é mais que uma missão impossível
6) Acho que ser bom não é uma coisa muito fácil de resolver

A forma cômica e irônica que o Dan narra sua historia nos faz dar boas risadas


Os capítulos são lindos <3 





Recomendamos a leitura!

Leia Ouvindo:








Um grande beijo
Ketilin e Maria Clara


domingo, 12 de abril de 2015

{Resenha} - O Lado Mais Sombrio

Autor: A. G. Howard
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas: 367
Avaliação: 5/5

Sinopse: Alyssa Gardner ouve os pensamentos das plantas e animais. Por enquanto ela consegue esconder as alucinações, mas já conhece o seu destino: terminará num sanatório como sua mãe. A insanidade faz parte da família desde que sua tataravó, Alice Liddell, falava a Lewis Carroll sobre os seus estranhos sonhos, inspirando - o a escrever o clássico Alice no País das Maravilhas. Mas talvez ela não esteja louca. E talvez as histórias de Carrol não sejam tão fantasiosas quanto possam parecer. Para quebrar a maldição da loucura na família, Alyssa precisa entrar na toca do coelho e consertar alguns erros cometidos no País das Maravilhas, um lugar repleto de seres estranhos com intenções não reveladas. Alyssa leva consigo o seu amigo da vida real - o superprotetor Jeb -, mas assim que a jornada começa ela se vê dividida entre a sensatez deste e a magia perigosa e encantadora de Morfeu, o seu guia no País das Maravilhas. Ninguém é o que parece no País das Maravilhas. Nem mesmo Alyssa 
Visão geral


O lado mais sombrio é inspirado no livro Alice no País das Maravilhas, neste livro A. G. Howard conta a historia de Alyssa, uma adolescente que se acha doida por ouvir as vozes dos animais. Sua mãe sofria do mesmo transtorno, aliás, sua família toda sofria do mesmo ‘mau’. Vou explicar: Alyssa é tataraneta de Alice Liddell, a garota que foi a inspiração para a criação do incrível livro de Lewis Carroll. Pois é, Alyssa era uma descendente da grande inspiradora, isso significa que, ela também ouvia vozes dos animais e plantas.


“As fotografias contam uma história. Mas as pessoas esquecem de ler nas entrelinhas.”

Sua mãe vive em um manicômio por conta deste ‘probleminha’ e a garota sente um pouco de vergonha. Além de ser uma adolescente com problemas familiares (e que problemas), ainda é caçoada na escola por ser parente da Alice, sim, todos no colégio conhecem a história do grande Lewis Carroll. Se não bastasse tudo isso, é completamente apaixonada por seu amigo Jeb, sério, não queria estar na pele dela, é muita informação para pouca idade rsrs.


"Ainda vejo as flores se metamorfoseando em monstros perante nossos olhos, Como disse Jeb, este não é o País das Maravilhas que Lwwis Carroll criou".


Alyssa acredita que terá o mesmo destino da mãe, ficar louca e viver sob o efeito dos remédios, mas o que ela não sabe é que, o poder de mudar seu destino está em suas mãos, ela é quem poderá quebrar a maldição que paira sobre sua família a muitas gerações. Com a missão de entrar novamente no País das Maravilhas, Alyssa terá que reparar todos os erros cometidos por sua antepassada. E ao fazer a travessia, acaba levando consigo seu amigo Jeb. E para piorar ou melhorar toda a situação ela reencontra um velho conhecido de seus sonhos, o sexy Morfeu, o que faz com que deixe a garota dividida entre o mundo real e o inimaginável País das Maravilhas!


“- Por que eu deveria querer você?
- Misterioso. Rebelde. Problemático.
Todas as qualidades que as mulheres acham irresistíveis. “


Além de a capa ser incrível, a historia é extremamente envolvente. Ele nos permite flutuar para dentro de suas páginas e recriar os cenários descritos, é rico em detalhes e a autora consegue nos fazer imaginar os cenários mais loucos possíveis. Cada personagem é único e completamente diferente do que imaginamos. Mesmo recriando cada personagem, a historia continua contagiante.




E para quem não conhecia ou estava em duvidas sobre o livro eu recomendo e muito.


Espero ter em breve a oportunidade de ler a continuação, Atrás do Espelho. 

Leia Ouvindo:



Um grande beijo!
Ketilin e Maria Clara 

sábado, 11 de abril de 2015

{Textos e Afins} Doce Veneno

Olá leitores, 

Hoje é dia de fanfic <3




Doce Veneno 




“Quando nada mais importa, descobrimos o valor que damos a cada coisa, o sentido exato daquela caixa de música ou da lembrança mais remota da infância, que teima em voltar cada vez mais nítida.”

Já havia completado uma semana que Bellatrix havia matado Sirius, e ela não conseguia superar isto, não era para ele ter ido ao ministério junto com a Armada, não era para a maldição ter acertado nele e sim no garoto Potter, mas ele tinha sempre que ser tão teimoso, sempre tão protetor.
Bella estava refugiada na casa dos Malfoy, sua irmã que havia lhe oferecido abrigo já que sua casa estava cercada de aurores. A vida dela tinha se tornado um inferno, havia falhado em sua missão e tinha sido castigada por isso, estava sendo procurada por todos, e tinha matado a única pessoa que dissera que a amava. Ela não negava a ninguém que era uma comensal e que havia cometido todos os crimes dos quais era acusada, e ainda fazia questão de dizer outros dos quais não haviam sido relatados. Se gabar pelo que já fez, pelas pessoas que torturou e matou, sempre fora uma enorme diversão para ela, só que agora nada disso fazia sentido.
As lembranças insistiam em inundar sua mente, por mais que ela tentasse esquecer não conseguia, e todas elas envolviam Sirius, o primeiro beijo e até mesmo quando ela o torturou com a maldição cruciatos. Como ele pode ter sido capaz de amá-la? Como ele teve coragem de dizer isso a ela?

“Eles estavam na torre de astronomia, era o dia da formatura do sétimo ano, o último dia deles no enorme castelo, e ambos sabiam que essa poderia ser a última vez que se veriam, pelo menos a sós.
Bella iria se casar, virar uma comensal, tudo o que sempre sonhou.
Sirius abandonaria sua casa, iria morar com James, e entraria de vez para a Ordem da Fênix.
– Não se case com Rodolfo, Bella, esqueça tudo, nossa família, o lord... esqueça tudo e fuja comigo, você sabe que quer isso tanto quanto eu quero. – disse Sirius. Ela sabia que ele tinha razão, tudo o que ela mais queria era fugir com ele, serem felizes, esquecer tudo.
Mas não podia, estava tudo pronto, iria se casar dentro de um mês e viraria uma comensal, viraria uma Lestrange dentro de um mês. Bellatrix Black Lestrange, esse nome soava bem em seus ouvidos.
– Sirius você sabe que eu não posso
– Eu te amo Bella – quando essas palavras saíram dos lábios do rapaz, ela ficou estática, como ele poderia amá-la, depois de tudo que ela já tinha feito a ele, tinha sido a primeira vez que alguém dissera aquelas palavras a ela, e o pior de tudo é que ela sentia o mesmo em relação ao rapaz, sim ela o amava. Ah, seria tão mais fácil se ele não fosse um traidor de sangue, se ele não tivesse escolhido o outro lado da guerra.
– Eu também te amo Sirius, sempre amei e sempre vou amar – ela respondeu com lágrimas nos olhos e o rapaz esboçou um pequeno sorriso nos lábios. – e é por esse motivo que eu tenho que fazer isso – dizendo isso à menina pegou a varinha e apontou para Sirius que a olhou assustado – Obliviate – ela sussurrou.”

Essa pode ter sido a pior escolha que Bellatrix tenha feito, mas pelo menos ele não sofreria por ela, ele nunca se lembraria do que sentiu pela prima, a vida dele fora mais feliz assim. Mas em compensação ela sempre sofrera por ele, Sirius sempre fora seu veneno, seu doce veneno.

Um grande beijo
Maria Clara e Ketilin Alves 

quarta-feira, 8 de abril de 2015

{Textos e Afins} Gatsby

Olá leitores, como vocês estão?

Gostei desse texto e resolvi compartilhar com vocês...

Texto Gatsby, retirado do blog Rabiscrevendo


"Ela tinha todos os defeitos que eu evitava em alguém e por ser tão óbvia a incompatibilidade acabei por não conseguir evitá-la. Daí que seus defeitos nem me incomodavam a ponto de esquecê-los e pensar que talvez houvesse uma real chance de algo dar certo nisso tudo. Desejei mesmo isto. Mas nada nunca dá certo quando é só isso que queremos, porque quem vive só de um sonho tem tudo a perder. Como Gatsby, você sabe. Todas suas construções eram sobre uma ilusão. E quando a ilusão acaba não há mais nada para se agarrar. Nada."



Um grande beijo
Ketilin Alves e Maria Clara

terça-feira, 7 de abril de 2015

{Resenha} A Mais Pura Verdade

Autor: Dan Gemeinhart
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas: 224
Avaliação: 5/5

Sinopse: Em todos os sentidos que interessam, Mark é uma criança normal. Ele tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. Ele gosta de fotografar e de escrever haicais em seu caderno. Seu sonho é um dia escalar uma montanha. Mas, em certo sentido um sentido muito importante, Mark não tem nada a ver com as outras crianças. Mark está doente. O tipo de doença que tem a ver com hospital. Tratamento. O tipo de doença da qual algumas pessoas nunca melhoram. Então, Mark foge. Ele sai de casa com sua máquina fotográfica, seu caderno, seu cachorro e um plano. Um plano para alcançar o topo do Monte Rainier. Nem que seja a última coisa que ele faça. A Mais Pura Verdade é uma história preciosa e surpreendente sobre grandes questões, pequenos momentos e uma jornada inacreditável.


Visão geral


Muitas pessoas quando vão viajar compram algo decorativo da cidade em que estão visitando, sempre levam alguma lembrancinha que represente a cidade. Eu já sou diferente, viciada em livros, o que eu compro? Mais um livro que represente meu amor por essa 'aventura'.
Recentemente estive no Rio de Janeiro, curtindo a minha viajem de 'formatura', que aliás eu amei, e visitei a Livraria Cultura morri de amores por aquele lugar e fiz a aquisição do meu exemplar lindo do livro "A Mais Pura Verdade" e posso afirmar com toda certeza do mundo de que fiz uma excelente escolha!




Como definir o amor por esse livro? Desde as primeiras páginas o amor que senti por Mark foi único, puro e verdadeiro. Me apaixonei por esse incrível garotinho e seu fiel cachorro Beau.
“A Mais Pura Verdade” é um livro que conta a história de Mark, um garotinho de 12 anos que está revoltado com sua doença e todas as coisas que dizem que ele não pode fazer em decorrência do câncer que vem lutando durante anos. Mark foge de casa, levando consigo apenas seu cachorro Beau, uma máquina fotográfica, caderno e caneta e um plano: escalar sozinho o Monte Rainer, deixando para trás seus pais e sua amiga desde a infância Jessie.


“Sozinho, estou deixando meu lar.
Uma nova jornada, uma nova estrada.
Para as montanhas agora”


Ao contrário do que muitas pessoas pensam e sentem, Mark não tem medo da morte, pois segundo ele, é um fato inevitável concordo com ele.
O garoto planeja sua viajem/fuga para escalar o Monte Rainer e cumprir a promessa que fez à seu avô, que era um grande alpinista, de que iria escalar o Monte Rainer independente do que acontecesse. 
Durante sua trajetória, o pequeno garoto passa por diversas dificuldades, coisas que ele jamais havia planejado passar: assalto, ser levado por um rio e quase perder seu fiel amigo Beau.
Neste livro conseguimos sentir o amor que o pequeno Beau tem por seu dono, amo livros que tem cachorros fofos.


“Mesmo a muitos quilômetros de distância,
Um amigo ainda pode segurar sua mão
E estar ao seu lado.”


Logo nas primeiras páginas conseguimos sentir a fúria do garoto por sofrer com essa doença. Não estamos muito acostumados a livros com essa perspectiva. O autor consegue transmitir todos os sentimentos possíveis em relação a essa doença. O amor dos pais, da amiga Jessie e do seu cãozinho (aah Beau como amei te conhecer).

“- Uma vida não é uma vida completa sem um cão; é o que eu sempre digo.”

Como já disse, amo livros que tenham cães fofos, e o pequeno Beau se mostrou o melhor amigo do homem do começo ao fim do livro, passou por todas as aventuras possíveis e nos fez suspirar com seus atos de heroísmos, companheirismo e amor por seu dono.


“Os cachorros morrem, talvez. Mas uma amizade, não. Não se a gente não quiser que ela morra.”


O final foi bem diferente do que eu esperava, mas foi um final brilhante!
De todos os livros que li esse ano, esse foi o que mais me surpreendi e me apaixonei pelos personagens! 

Este é o primeiro livro do autor Dan Gemeinhart, e posso dizer que começou com o pé direito com toda certeza.

Leia Ouvindo:





Um grande beijo
Ketilin e Maria Clara

domingo, 5 de abril de 2015

{Resenha} It - A Coisa

Autor: Stephen King
Editora: Suma de Letras
Número de Páginas: 1.102
Avaliação: 5/5


Sinopse: Durante as férias escolares de 1958, em Derry, pacata cidadezinha do Maine, Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly aprenderam o real sentido da amizade, do amor, da confiança e... do medo. O mais profundo e tenebroso medo. Naquele verão, eles enfrentaram pela primeira vez a Coisa, um ser sobrenatural e maligno que deixou terríveis marcas de sangue em Derry.
Quase trinta anos depois, os amigos voltam a se encontrar. Uma nova onda de terror tomou a pequena cidade. Mike Hanlon, o único que permanece em Derry, dá o sinal. Precisam unir forças novamente. A Coisa volta a atacar e eles devem cumprir a promessa selada com sangue que fizeram quando crianças. Só eles têm a chave do enigma. Só eles sabem o que se esconde nas entranhas de Derry. O tempo é curto, mas somente eles podem vencer a Coisa. Em It : A Coisa, clássico de Stephen King em nova edição, os amigos irão até o fim, mesmo que isso signifique ultrapassar os próprios limites.



Visão Geral


A Coisa foi o primeiro livro que li do King, e mesmo assim posso dizer que sou fã desse homem. Por ser um livro bem grande, não imaginei que ficaria tão envolvida na história como fiquei.Eu me apaixonei pelos personagens, especialmente por Ben Hanscon. Esse livro me fez passar noites acordada tremendo de medo, dar grandes risadas e me debulhar em lágrimas no final.


"Era de uma coisa para a qual ele não tinha nome: o cheiro da Coisa, agachada, espreitando e pronta para atacar. Uma criatura que comeria qualquer coisa, mas que estava particularmente faminta por carne de garoto."

O livro conta a historia de sete amigos que, que tiveram o prazer de conhecer a verdadeira amizade, experimentando o medo mais profundo juntos, cada um com seus dramas. Sete crianças, com historias diferentes, que estavam destinadas a ficarem juntas para acabar com o mal que assombrava Derry.


"- Eles flutuam - rosnou a coisa -, eles flutuam, Georgie, e quando você estiver aqui embaixo comigo, também vai flutuar..."

O verão de 58 foi completamente intenso para cada um deles, enfrentar os medos nunca é fácil, mas quando se tem a inocência e imaginação de uma criança nada é impossível, eles derrotaram A Coisa - ou pelo menos assim pensavam. Vinte e sete anos se passaram, cada um seguiu um caminho e se esqueceram do que aconteceu no verão de 58, tudo aquilo havia sido esquecido, do mesmo modo como nos esquecemos dos pesadelos quando acordamos. Tudo ia bem para eles, até receberem um telefonema de um antigo amigo - Mike, o único que havia permanecido em Derry - os lembrando de uma promessa de sangue que haviam feito. A memória foi voltando aos poucos, os horrores que passaram em Derry, o poder da amizade dos sete, porém eles não eram mais crianças, haviam crescido. Não tinham mas a fé de uma criança de 11 anos. 


"Foi só isso; isso foi tudo. Mas eles ficam ali por mais um tempo, sentindo o poder no círculo deles, o corpo fechado que formam." 

Eles voltam a Derry, para encarar a Coisa cara a cara novamente, e mesmo não se lembrando de muitos detalhes, e sabendo que agora as chances seriam ainda menores do que há 27 anos atrás, estão determinados a acabar com a Coisa de uma vez por todas, estão dispostos a matá-la para sempre, mesmo sem terem ideia de como fazer isso.


"Meu coração está com todos eles, e acho que, mesmo se nos esquecermos uns dos outros, vamos lembrar nos sonhos."

Stephen King realmente sabe explorar o medo mais profundo e te fazer dormir de luzes acesas, e ao contrário do que muitos pensam ao ver a capa do livro - inclusive eu inicialmente - é que A Coisa é uma espécie de palhaço assassino, mas não é bem assim, o palhaço é apenas uma das milhares faces da Coisa, no decorrer do livro você entende o quão complexa e intensa a Coisa é. Se você gosta do gênero de terror, precisa ler esse livro, e não se assuste com o tamanho do mesmo, a historia é envolvente até a última página, e quando você perceber já vai estar em lágrimas por não querer que o livro acabe tão rápido.

Leia Ouvindo:


Beijos,
Maria Clara e Ketilin Alves